Sem categoria

Dia Mundial da Pizza: e no fim, tudo acaba em pizza

Farinha, água e muito amor. Assim se criou esse prato gastronômico tão querido mundialmente. Celebramos o dia da pizza em 10 de julho no Brasil desde 1985, quando a data foi instituída pelo então secretário de turismo Caio Luís de Carvalho.

As histórias sobre a origem da pizza, são variadas, muitos dizem que sua origem surgiu no Egito. Outros afirmam que os primeiros foram os gregos, que faziam massas à base de farinha de trigo, arroz ou grão-de-bico e as assavam em tijolos quentes.

É muito difícil saber a quem agradecer, mas o importante é que prato o gastronômico chegou a Etrúria, na Itália e fez muito sucesso, se popularizando mundo a fora depois que os italianos incrementaram a receita com tomate. Antes o disco era feito somente com ervas regionais e o azeite de oliva, comuns no cotidiano da região do Egito.

Vinda junto com os imigrantes italianos no século XIX, a pizza italiana sofreu algumas adaptações para conquistar os brasileiros. Com massa grossa, fina, bordas recheadas ou não, a pizza consumida no Brasil tem os sabores e formatos mais diversos, podendo ser a tradicional, de metro e até de panela de pressão. Cada pizzaria tem seu segredo e sua receita, incluindo no cardápio variedades gourmet e pizzas doces.

A pizza em números:

  • De acordo com estimativas da Associação Pizzarias Unidas do Brasil, existem pouco mais de 40 mil unidades, formais e informais, no país.
  • Por dia, são feitas em média 1 milhão de pizzas no país
  • Este mercado movimenta, em média, R$ 22 bilhões por ano
  • Os estados unidos consomem 350 fatias de pizza a cada segundo
  • 36% dos americanos acreditam que a pizza é uma refeição de café da manhã

No Brasil, a cidade de São Paulo, devido à forte imigração italiana, é conhecida como a capital nacional da pizza.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Posso ajudar? Vamos bater um papo agora mesmo.